Cuidado: Ovários Policísticos Nem Sempre Causam Infertilidade

Não tem sido raro ver mulheres que sofrem com ovários policísticos terem uma surpresa ao final de nove meses de espera. Todas elas afirmavam que devido ao distúrbio era impossível engravidar e por isso mantinham relações sexuais sem prevenção, quando um belo dia, ficaram grávidas. Está comprovado: Ovários policísticos nem sempre causam infertilidade.

Ovários Policísticos

A síndrome dos ovários policísticos é um distúrbio endócrino. Esse desequilíbrio hormonal pode causar alterações no ciclo menstrual, alterações na pele, pequenos cistos nos ovários, dificuldade para engravidar e outros problemas mais graves.

ovários polisisticos  (1)

Note que nós falamos claramente, DIFICULDADE para engravidar, e não zero por cento de chances. Isso acontece porque a síndrome dos ovários policísticos tem vários níveis e não são em todos eles que a mulher pode apresentar algum problema de fertilidade.

Dentre todas as características, a irregularidade menstrual é o que liga a síndrome aos problemas de fertilidade, existem muitas mulheres que nem se quer possuem sintomas, mas ainda assim, possuem a síndrome dos ovários policísticos.

Não Se Engane

A questão é: Não se engane. Não pense que porque você tem um distúrbio hormonal pode sair por ai tendo relações sexuais sem prevenção.

ovários polisisticos  (4)

Minha tia caiu em uma armadilha dessas, ela fazia tratamento com o uso de hormônio, o anticoncepcional popularmente conhecido. Depois de um tempo ela decidiu parar o tratamento crente de que não engravidaria, passaram-se nove meses e temos um lindo bebê na família que já vai fazer quatro anos nos próximos meses!

Não dá para se enganar, quem tem ovário policístico pode sim engravidar, e isso pode ser mais fácil do que a pessoa imagina, por isso, não dispense o uso da pílula, e principalmente da camisinha, que além de prevenir uma gravidez indesejada auxilia no quesito: Doenças Sexualmente Transmitidas.

ovários polisisticos  (2)

Lembre-se apenas que a portadora da síndrome dos ovários policísticos tem risco maior de desenvolver câncer de endométrio, doenças cardiovasculares e diabetes precoce. Por isso, fique atenta e faça o tratamento com acompanhamento médico. Com saúde não se brinca.