Depressão pós-parto causas e sintomas

Tem aumentado cada vez mais o índice de mulheres que sofrem com a depressão pós-parto. Os médicos e especialistas tem se preocupado muito com esse fator, pois quando a mulher sofre de depressão ela geralmente não sente vontade de cuidar de seu bebê o que pode prejudicá-lo muito.

Causas da depressão pós-parto

depressão

Durante a gestação é comum que a mulher apresente algumas alterações de humor, após dar à luz esses sintomas devem desaparecer caso contrário as chances de uma depressão pós-parto são grandes. Existem muitos fatores que podem afetar nas causas desse tipo de depressão.

• Alterações no corpo causadas pela gestação ou pelo parto.
• Mudança na rotina do trabalho ou nas relações sociais.
• Diminuição do tempo e da liberdade.
• Sono em acúmulo causando mal humor.
• Preocupação excessiva com os afazeres maternos.

Esses e outros fatores podem levar a gestante a desenvolver a depressão pós-parto. A sensação de irritação, semblante triste e falta de ânimo com o bebê são os primeiros sinais de que a mulher está sofrendo com a depressão pós-parto.

Cuidado com a depressão pós-parto

Geralmente o que tende a causar a depressão é a sensação de desprezo, afinal a gestante está acostumada a receber todos os cuidados exagerados dos familiares e do esposo e depois da chegada do bebê a atenção é toda para ele fazendo com que ela se sinta rejeitada.

Principais sintomas da depressão pós-parto

• Alterações gastrointestinais.pos parto
• Intestino preso ou solto.
• Boca ressecada.
• Dores de cabeça.
• Insônia.
• Alterações de apetite.
• Perda do interesse por sexo.
• Falta de interesse com o bebê.
• Cansaço persistente.
• Mau-humor.
• Tristeza.
• Desespero.
• Sensação de incapacidade.
• Choro frequente.
• Falta de energia e motivação.
• Distúrbios na alimentação e no sono.
• Dificuldade de concentração e de memória.
• Sentimento de culpa.
• Desinteresse por atividades anteriormente consideradas prazerosas.

Não há como a mulher prever se terá ou não depressão pós-parto, algumas mulheres precisam de maior atenção principalmente se já apresentar alguns desses indícios durante a gestação, outras tiram de letra essa etapa e passam pelo período pós-parto sem mais problemas.

A depressão pós-parto atinge cerca de 10 a 15% das mulheres que dão a luz, por isso é muito importante ficar atenta aos sintomas e não descartar essa possibilidade, afinal o quanto antes for descoberta maiores são as chances de tratamento.

Diagnóstico da depressão pós-parto

Não existem exames específicos para diagnosticar a depressão pós parto, o diagnóstico é feito apenas por meio dos sintomas específicos e o tratamento deve ser feito com acompanhamento médico especializado.

Saiba tudo sobre a depressão pós-parto