Exames básicos do pré-natal

Toda gestante já está cansada de saber da grande importância dos Exames do pré-natal, já publicamos muitas matérias que falam sobre a necessidade de realizar exames para descobrir doenças, trissomias e até mesmo realizar os tratamentos adequados se esse for o caso.

Se você descobriu a gestação à pouco tempo e não sabe por onde começar a realizar suas consultas trouxemos uma lista com as referências dos exames do pré-natal, confira quais são eles e fique por dentro das suas consultas de rotina.

Exames do pré-natal necessários

Exames do pré-natal

Na sua imaginação o único exame realizado pela gestante é o ultrassom? Se essa for a sua opinião você está completamente enganada! O ultrassom é o exame mais realizado em todas as consultas rotineiras, no entanto, além dele existem outros exames de extrema importância.

importancia-pre-natal

1° mês de gestação

No primeiro mês de gestação são realizados os principais exames como de Rh, diabetes, toxoplasmose, hepatite, HIV, urina, fezes, entre outros.

Sistema ABO e fator Rh

Esse exame é essencial para evitar a interrupção da gestação, ele tem como objetivo verificar o tipo sanguíneo da mulher, já que se ela for Rh negativo e o pai da criança for Rh positivo existem grandes chances de seu corpo começar a produzir anticorpos contra o bebê, através desse exame é possível diagnosticar e tratar o problema antes de ele aparecer.

Hemograma completo

O hemograma nada mais é do que o exame de sangue. O mesmo deve ser realizado mensalmente pela gestante que precisa estar com três horas de jejum. Ele serve para detectar anemias e infecções. Por ser um exame completo ele pode diagnosticar doenças que nem estão relacionadas a gestação.

Exame de HIV

O Vírus da Imunodeficiência Humana é descoberto através do exame da HIV, no mesmo o médico fica sabendo se a mãe tem AIDS, nesse exame a gestante precisa assinar um requerimento de autorização para que se for necessário o médico possa iniciar o tratamento.

Através desse exame e do tratamento já existente muitas gestantes com o vírus HIV tem conseguido gerar filhos totalmente saudáveis, mas para que isso seja possível é essencial não perder as consultas.

Sorologia para rubéola

Nesse exame o médico avalia a presença de imunidade agressiva no corpo da gestante, ele avalia se ela conseguiria lutar contra o vírus da rubéola, se fosse necessário. Lembrando que para realizar esse exame a gestante precisa estar em jejum à aproximadamente três horas.

Exame de urina

O exame de urina é mais preciso do que muitas pessoas imaginam, ele pode ser muito útil para detectar proteínas em gestantes que são hipertensas, assim como também possíveis infecções urinárias. Trata-se de um exame muito útil no acompanhamento de gestantes diabéticas e com pré-eclâmpsia.

Exame de fezes

O exame das fezes revela se existem parasitas no intestino, não há um motivo pelo qual ele deve ser realizado, no entanto, como faz parte dos exames de rotina o médico faz o pedido.

2° mês de gestação

No segundo mês já são realizados exames de ultrassom transvaginal que tem como objetivo verificar se o embrião está bem implantado no útero, ele define com mais precisão se a gestação é múltipla.

exame-pre-natal

3° mês de gestação

O terceiro mês de gestação marca a entrada dos ultrassons de alta resolução que são capazes de detectar a anencefalia e outras doenças generalizadas.

Toxoplasmose

Após estar em jejum por oito horas seguidas a gestante se submete à um exame que tem como objetivo identificar a presença de microorganismos em seus sistemas que podem provocar danos nos nervos e na visão do feto, se forem encontrados, eles logo serão eliminados.

VDRL

Esse exame tem como objetivo diagnosticar doenças venéreas, é muito útil para detectar problemas, tais como, a sífilis. Muitas pessoas não sabem, mas a bactéria por trás desse mal pode provocar a interrupção espontânea da gestação, ou então um possível parto prematuro.

4° mês de gestação

Nesse mês entra o exame de Amniocentese e biópsia de Vilocorial. É um exame indicado apenas às gestantes que tem mais de 35 anos ou que tenham menos idade, porém casos de doença do cromossomo na família, como, por exemplo, a Síndrome de Down.

5° mês de gestação

Nesse momento a mãe já pode ver seu bebê com detalhes através do ultrassom morfológico que é capaz de diagnosticar até mesmo doenças cardíacas.

Exames do pré-natal

6° mês de gestação

Entra a fase dos ultrassons de Doppler onde é feita a análise dos ossos, órgãos, e fluxo de sangue, pode-se detectar até 90% das más formações e problemas genéticos. Além disso é feito também o exame para medir o nível de glicose da gestante.

Glicemia

Para realizar esse teste a gestante precisa ter mantido um jejum de pelo menos oito horas, ele é repetido na 26ª semana de gestação, pois é a partir daí que a mulher passa a apresentar dificuldades em assimilar o açúcar e pode sofrer com diabetes ou intolerância à glicose.

7° e 8° mês de gestação

O ultrassom é o exame rotineiro e tem como objetivo checar o peso do bebê, a quantidade de líquido amniótico e funcionamento da placenta para o momento do parto.

gravidezExames do pré-natal

9° mês de gestação

O último ultrassom acontece normalmente entre a 36° e a 38° semana, nessa fase só é realizado o acompanhamento da posição do bebê que deverá estar perfeitamente encaixado para o parto.

Exame contra hepatite B e C

Esse exame tem como princípio encontrar na corrente sanguínea os dois tipos de vírus o da hepatite B e do da Hepatite C e como em todos os outros exames do pré-natal que podem diagnosticar outras doenças relacionadas.