Mulheres com HIV podem ter filhos saudáveis

Atualmente ter o vírus do HIV não impede uma mulher de realizar o grande sonho de ser mãe e ter filhos saudáveis, afinal a medicina está muito avançada e já existem tratamentos para que o vírus não entre em contato com o feto. Segundo o Ministério da Saúde os tratamentos existentes hoje reduzem o risco de transmissão do HIV para bem menos de 1%, o que para os médicos é algo consideravelmente seguro.

Vírus do HIV

O vírus do HIV nada mais é do que a AIDS, esse vírus atinge o sistema imunológico da pessoa, e visto que esse sistema é responsável pela proteção do organismo da pessoa ela fica completamente desprotegida, isso explica o fato de pessoas com AIDS morrerem com N outras doenças desconhecidas.

A AIDS é uma doença silenciosa e sexualmente transmissível, antigamente o número de pessoas contaminadas era muito maior do que atualmente, mas ainda hoje podemos ver os vestígios da doença, mesmo com tantos métodos contraceptivos.

Mulheres com HIV podem engravidar?

Entre 2008 e 2009, cerca de 6 mil mulheres que sabidamente viviam com HIV engravidaram, isso mostra que não é impossível e que mulheres com AIDS podem viver normalmente, mas se você tem a doença e deseja engravidar, ou já está grávida saiba que é necessário fazer um bom planejamento.

HIV

Planejamento para quem quer engravidar

Se você tem o vírus da AIDS, mas deseja engravidar o primeiro passo é procurar a ajuda de um médico. Esse profissional vai conversar com você e te informar sobre o procedimento correto. O médico deverá analisar a condição imunológica da paciente para planejar o melhor momento clínico para que a gravidez ocorra com menos risco de transmissão para o bebê.

Concepção da criança

Se o médico avaliar sua situação e garantir que você pode engravidar então será escolhido o melhor método de concepção. Se ambos tem o vírus é ideal que seja feito através da forma convencional por meio de relações sexuais, mas só se um deles tem AIDS é ideal que seja feita uma auto inseminação.

Da gestação ao parto

A gestação deverá ser acompanhada por um médico, mais do que apenas realizar o pré-natal o médico deverá cuidar da gestante para que o feto não seja contaminado pelo vírus e se a mulher seguir as orientações e tomar antirretrovirais durante a gestação e na hora do parto e não amamente o bebê após o nascimento, o risco de transmissão será reduzido à 99% Isso depende da boa adesão às recomendações.

AIDS – 30 Anos depois – Drauzio Varella

Planejamento para quem já está grávida

Se você já está grávida e descobriu agora ou já sabia que tinha o vírus é hora de começar a se preocupar com sua saúde e principalmente com a saúde de seu bebê. Assim como no primeiro caso você deve de imediato buscar orientação médica especializada.

gravidez

Siga as orientações médicas

Quando a gravidez acontece de forma inesperada não há mais o que se possa ser feito a não ser seguir as orientações do médico, se infelizmente o seu bebê já tiver sido contaminado pelo vírus é seguir com a gestação e esperar que ela nasça com saúde e perfeito.

Na grande maioria dos casos o feto não é contaminado pelo vírus, mas se isso aconteceu ou você acabou descobrindo que tinha AIDS só agora não se preocupe, não há como tratar ainda, mas existe como controlar a doença, e a pessoa pode e deve levar uma vida normal.

Mulheres com HIV podem engravidar quase sem riscos