Separação do casal na gravidez

Para muitos casais a gravidez é sinônimo de união, no entanto, em alguns casos isso acaba não acontecendo, afinal as brigas e as diferenças se tornam maiores do que a vontade de criar esse filho juntos, foi-se a época em que gravidez era sinônimo de casamento perfeito.

Literalmente a separação conjugal, especialmente durante a gravidez, é um período muito difícil para ambos os lados, ainda assim é preciso saber lidar com essa situação e evitar problemas tanto para a saúde da mãe, quanto para a saúde do bebê.

Separação do casal

Talvez o pai pense que abandonar a mãe nesse momento não seria a melhor opção, por isso espera até que a criança nasça. Essa não é uma dica viável, afinal os perigos para a saúde do bebê são ainda maiores quando a separação acontece após o nascimento.

separação

Depressão pós parto

Grande parte das mulheres atualmente estão sofrendo com a depressão pós parto, a gravidade desse problema quem sente são as crianças, afinal a mãe culpa o filho pela separação e na grande maioria das vezes deixa de alimentá-lo e passa a ter repulsa por seu próprio bebê. Se for haver uma separação o ideal é não adiar esse momento.

É difícil lidar com essa situação? Claro que é.
Ser mãe sozinha é um problema? Não!
Posso ser feliz com meu filho? Com certeza sim.

Se essas eram algumas de suas dúvidas não são mais, afinal as respostas são claras, por mais que seja difícil e doloroso é preciso superar pelo bem da criança. Ambos precisam sair da relação sabendo que terão um vínculo para sempre, por isso não adianta tentar fugir.

Gravidez causa separação de casais?

Não. A gravidez tende a unir casais que já estão bem em seu relacionamento, mas se já existia a possibilidade da separação pode ser que durante esse período ela ocorra de fato, pois a mulher se torna menos flexível e mais sensível com relação às brigas.

casal separado

Como lidar com o fim do relacionamento

Quando se fala em superar logo imaginamos que isso se trata apenas de mulheres, no entanto, estamos completamente enganados. Os homens também tendem a sofrer com o fim do relacionamento, superar em ambos os casos pode ser um desafio, mas é possível!

Superação para homens

No caso do homem ele precisa colocar a criança em primeiro lugar e entender que para a mãe será melhor manter uma gestação tranquila, após o nascimento da criança quem sabe não pode acontecer uma reconciliação, será muito importante dar esse tempo a mulher.

Superação para mulheres

As futuras mamães precisam de mais cuidados quando o assunto é a separação, o apoio da família é muito importante nesse momento, pois quaisquer sobrecargas emocionais podem causar sérios problemas durante a gravidez e o parto.

Coloque a criança em primeiro lugar

Pais, separados ou não vocês precisam colocar a gestação, ou melhor a criança em primeiro lugar, as brigas de vocês ficam por conta de vocês, mas a criança não é obrigada a nascer em um lar de desordem. É muito importante saber separar as coisas, por mais difícil que isso seja.

recém nascido

Pais separados x filhos juntos

A separação pode ser apenas uma fase, existem muitos casos de gestantes que tiveram o parto sozinhas, mas que depois se casaram com o pai de seu filho, por isso não se precipite ao resolver as coisas, elas podem se resolver sozinhas.

Se a separação acontecer de fato o pai terá direito a visitas semanais que estão de acordo com as ordens de um juiz, mas é mais fácil não ter que partir para a justiça e fazer um acordo amigável. A guarda naturalmente ficará com a mãe, apenas em casos extremos a juiz dá ordem de mudança de guarda, por isso não coloque os pés pelas mãos.

Conheça os direitos e deveres dos pais separados

Caso a separação do casal seja inevitável durante a gravidez, a dor é algo que vai acontecer de qualquer jeito. Nesse caso os psicólogos podem ser uma boa alternativa.